Select Menu

Slider

Travel

Performance

Cute

My Place

Slider

Racing

Videos


Ano:2016
Criado por: Pat Symonds, Ed Wood e Jason Sommerville
Motor: Mercedes
Pneus: Pirelli
Pilotos: Felipe Massa e Valtteri Bottas
Corridas: 21
Pontos: 138
Estreia: Albert Park (20/3/2016)
Melhor posição: 3º em Montreal
Melhor posição de largada: 2º em Sochi

O FW38 continuou a curva descendente dos FW37 e a Williams não conseguiu manter o terceiro lugar nos construtores. Com apenas um pódio, o carro não atendeu às expectativas e ficou no quinto lugar nos construtores
- - - -


Ano:2015
Criado por: Pat Symonds, Ed Wood e Jason Sommerville
Motor: Mercedes
Pneus: Pirelli
Pilotos: Felipe Massa e Valtteri Bottas
Corridas: 19
Pontos: 257
Estreia: Albert Park (15/3/2015)
Melhor posição: 3º em Montreal, Red Bull Ring, Monza e Hermanos Rodriguez
Melhor posição de largada: 3º em Albert Park, Silverstone, Spa Francorchamps, Suzuka e Sochi

O FW37 veio cercado de expectativa após a boa temporada do seu antecessor. Mas o modelo não conseguiu dar o salto necessário de qualidade para a Williams voltar aos títulos. Ao menos, a Williams repetiu a terceira colocação no mundial de construtores.
- - - - - -


Nome: Adrian Sutil
Nascimento: 11/01/1983
País: Alemanha
Piloto de testes: desde 2015

História: Após Bottas não ter tido condições de correr no GP da Austrália de 2015, a Williams não sentiu confiança em colocar a Susie Wolff para disputar a prova e corre apenas com Felipe Massa. No GP seguinte, a equipe anunciou Adrian sutil como seu piloto reserva, que correrá quando Massa ou Bottas não tiverem condições de correr

Curiosidade: Sutil tem o pai uruguaio e ele se orgulha demais de sua ascendência sul-americana, que tem a bandeira do Uruguai em seu capacete.
- -


Nome: Alexander George Lynn
Nascimento: 17/09/1993
País: Inglaterra
Piloto de testes: Desde 2015


História:

Curiosidade:


- -
GP da Argentina
Circuito: Oscar Galvéz
Data: 13/1/1980
Voltas: 53
Piloto: Alan Jones e Carlos Reutemann
Modelo: FW07
Largada: Jones 1º (1:44:17) Reutemann 5º (1:46:19)
Chegada: Jones 1º, 1h43m24.38s e Regazzoni abandonaram

Vitória número 6

1980 Foi um ano diferente para Frank Williams. Pela primeira vez na Fórmula 1, ele começaria a temporada com status de favorito. O FW07 era um ótimo carro e  a versão B dele estrearia. A empresa britânica Leyland se junta aos patrocinadores árabes e a equipe tem muito dinheiro pra desenvolver o carro. Alan Jones acredita que será campeão mundial. E Agora tem Carlos Reutemann como seu companheiro de equipe, que aceitou um papel de segundo piloto nessa temporada, aós fracassar na Lotus na temporada passada. Jones desde já não gostou da vinda do argentino e afirmou que "Preferia que o Regazzoni estivesse comigo..."

Na sexta feira a versão B do FW07 apresenta problemas e Jones prefere correr com a versão antiga, a mesma que Reutemann usaria. A Estreia do FW07B ficaria para o GP do Brasil. No sábado, Jones consegue a pole, enquanto Reutemann consegue o quinto lugar. A corrida seria em um calor escaldante, que afeta até o asfalto da pista. A corrida ameaçou ser cancelada, mas no fim ela aconteceu. Jones manteve a lidernaça na largada enquanto Reutemann pulou para quarto, posição onde ele ficou até décima primeira volta, quando ele apresentou problemas, abandonando na volta seguinte com problemas no motor.

Jones é o líder da prova até a décima sétima volta, quando um saco de papel entra  no seu radiador e começa a esquentar perigosamente o seu carro. Jones consegue chegar aos boxes sem superaquecer o seu carro e os mecânicos tentam tirar o maldito saco. A Williams age rápido, tira o saco e Jones volta para a pista na quarta colocação. Na volta 24, um bom duelo com Gilles Villeneuve e Jones pula para a terceira posição. Na volta 26 Jones ultrapassa Piquet e é o segundo; e na volta 30 Jones passa o Laffite e é o líder da prova novamente, onde permaneceu até o fim da prova,mesmo sofrendo com o superaquecimento do motor no fim, conquistando mais uma vitória para a Williams, a última do FW07.



- - - - - -

Nigel Mansell é o piloto com mais GP's pela Williams. Descubra os outros:
-

GP dos Estados Unidos Leste
Circuito: Watkins Glen
Data: 7/10/1979
Voltas: 59
Piloto: Alan Jones e Clay Reggazoni
Modelo: FW07
Largada: Jones 1º (1:35:615) Regazzoni 5º (1:37:128)
Chegada: Jones e Regazzoni abandonaram

A última corrida da temporada deixou uma boa impressão da equipe no paddock da F1. 'O Carro de Alah' fez uma ótima temporada e se tudo corresse bem, seria um dos candidatos ao título em 1980. Na corrida de Watkins Glen, Alan Jones conseguiu mais uma pole e Regazzoni, ficou com a quinta posição. Na corrida que começou com a pista molhada, mais uma vez Gilles Villeneuve larga melhor do que Jones e toma a ponta. Regazzoni pula para quarto e logo vai para a terceira posição, onde ficou até a décima segunda volta, quando perdeu a posição para Jody Schekter. Com a pista secando, Regazzoni vai para os pits e volta na sexta posição na volta 20.Mas ainda era cedo para pôr slicks e Rega vai perdendo posições, lutando pra manter o carro na pista. Na volta 29, Regazzoni se envolve em um acidente com Nélson Piquet, onde o brasileiro sai ileso, mas Rega abandona a prova.

Jones se manteve em segundo esse tempo todo e repetia o duelo que teve com Villeneuve no Canadá. Na volta 32, Jones passa Villeneuve e retoma a liderança. Na volta 37 Jones faz um pit stop ra por pneus slicks, mas em um erro da equipe, faz Jones sair dos boxes sem a roda traseira direita estar bem fixada. Um quilômetro depois A roda se solta e Jones abandona a prova, deixando a Williams com um gosto agridoce nesse fim de temporada.


- - - - -
GP do Canadá
Circuito: Montreal
Data: 30/9/1979
Voltas: 72
Piloto: Alan Jones e Clay Reggazoni
Modelo: FW07
Largada: Jones 1º (1:29:892) Regazzoni 3º (1:30:768)
Chegada: Jones 1º, 1h52m06.892s e Regazzoni 3º, +1m13.656s

Com o campeonato definido, a Williams buscava mais vitórias para mostrar que na temporada seguinte, eles seriam forte candidatos ao título. Jones faz a pole e Regazzoni faz o terceiro tempo. Na largada, Gilles Villeneuve pula para ponta e deixa as Williams para trás. A partir daí, começa uma disputa emocionante entre Jones e Villeneuve que dura a corrida toda, com várias vezes ambos os pilotos batendo rodas. Regazzoni perde a terceira posição na oitava volta para Nélson Piquet e cai para quarto. A partir da volta 48, Jones resolve atacar com tudo Villeneuve e vemos um bom duelo por 3 voltas. Na volta 50, Piquet começa a ter problemas com seu câmbio e Regazzoni se aproxima. Na volta 51, Villeneuve comete um erro e Jones toma a primeira posição

Villeneuve não desiste e não deixa Jones abrir vantagem.Na volta 58 Rega passa Piquet e fica em terceiro. E chegando ao fim da corrida, vimos com suspense a definição da vitória. Jones e Villeneuve duelavam em voltas mais rápidas, mas Frank Williams temia que o carro de Jones ficasse sem combustível. Mas no fim, tudo dá certo, com Jones em primeiro e Regazzoni em terceiro. Esse foi último pódio do suíço na F1.


- - - - - -


GP da Itália
Circuito: Monza
Data: 9/9/1979
Voltas: 50
Piloto: Alan Jones e Clay Reggazoni
Modelo: FW07
Largada: Jones 4º (1:34:914) Regazzoni 6º (1:35:333)
Chegada: Jones 9º, +1 volta e Regazzoni 3º, + 4.78s

A Williams é a equipe do momento e só não disputa o título por causa do confuso regulamento do campeonato de 1979. Então resta a equipe manter a boa fase de vitórias. Jones larga em quarto e Regazzoni em sexto. Na Largada, Alan Jones tem problemas e cai pra vigésimo logo na primeira volta, enquanto Rega se manteve em sexto. Jones conseguiu chegar até a décima quarta posição na quarta volta, mas um problema nas baterias fez ele perder posições novamente e deixa o australiano apenas fazendo figuração na corrida.

Regazzoni pulou pra quinto na décima quarta volta, e na vigésima quarta, passou  Jabouille e ficou em quarto, posição onde manteve até a volta 42 quando pulou para terceiro, onde ficou até o fim da corrida, conseguindo um pódio e chegando bem próximo das Ferraris. Detalhe que Rega ficou sem gasolina logo após a chegada
- - - - - -

GP da Alemanha
Circuito: Hockenheim
Data: 29/7/1979
Voltas: 45
Piloto: Alan Jones e Clay Reggazoni
Modelo: FW07
Largada: Jones 2º (1:48:75) Regazzoni 6º (1:50:12)
Chegada: Jones 1º, 1h24m48.33s e Regazzoni 2º +2.91s

Vitória Nº2
Dobradinha Nº1

Após a euforia da primeira vitória, o carro de alah, apelido dado pelo o pessoal do paddock, queria sua segunda vitória. Alan jones queria sua primeira vitória pela Williams, já que ele perdeu a chance de ser o primeiro vencedor com a Williams. Jones não conseguiu repetir a pole em Silverstone, graças à Renault de Jabbouille e ficou em segundo. Regazzoni ficou em sexto. Na largada, Jones pulou para primeiro e todos viram como o FW07 era um ótimo carro. jones disparou na liderança e venceu de ponta a ponta. Rega pulou pra quinto na largada e na oitava volta, ele passa as Ferraris de Villeneuve e Schekter para ir para terceira posição. Na décima terceira volta, ele passou  Ligier e Laffite e assim garantiu a primeira dobradinha da história da Williams.
- - - - - -


GP da Holanda
Circuito: Zandvoort
Data: 26/8/1979
Voltas: 75
Piloto: Alan Jones e Clay Reggazoni
Modelo: FW07
Largada: Jones 2º (1:15:646) Regazzoni 3º (1:16:228)
Chegada: Jones 1º, 1h41m19.775s e Regazzoni abandonou

Vitória Nº4

Com uma sequência de 3 vitórias, a Williams era a equipe do momento, com o seu carro de Alah, como foi apelidado no paddock. Jones mais uma vez não conseguiu a pole, a Renault de Arnoux era muito rápida em classificação. Na corrida, Jones pulou para ponta, com Gilles Villeneuve em segundo. Regazzoni tem uma colisão com Arnoux na largada, perde a roda dianteira esquerda e abandona. Em uma manobra ousada na curva Tarzan, Villeneuve toma a primeira posição de Jones na 11º volta. Gilles tem Jones na sua cola, mas o australiano não consegue chegar perto o suficiente para ultrapassar o canadense.

Mas na volta 47, Villeneuve comete um erro e assim Jones retoma a liderança. Gilles ainda tenta desesperadamente recuperar sua posição, mas 4 voltas depois o seu pneu traseiro esquerdo fura e se solta da roda. Villeneuve tenta ir aos boxes com 3 rodas em uma velocidade absurda, uma atuação marcante para os fãs, mas triste para ele que teve que deixar a prova uma volta depois. Sem o seu adversário mais ferrenho, Jones consegue a sua terceira vitória seguida.



- - - - - -


GP da Áustria
Circuito: Zeltweg
Data: 12/8/1979
Voltas: 54
Piloto: Alan Jones e Clay Reggazoni
Modelo: FW07
Largada: Jones 2º (1:34:28) Regazzoni 6º (1:35:82)
Chegada: Jones, 1º, 1h27m38.01s e Regazzoni 5º +48.92

Vitória Nº3

Duas vitórias seguidas, a Williams estava empolgada e queria a terceira vitória. Com o carro superior, a Williams poderia até sonhar com o título se o regulamento do campeonato de 1979 fosse tão esdrúxulo e confuso (o campeonato era dividido em duas metades e somente os quatro melhores resultados eram usados) No grid, Jones perdeu a pole para a Renault de René Arnoux. Na corrida, Arnoux largou mal e Gilles Villeneuve pulou na ponta, com Jones em segundo. Jones recuperou a liderança, pra não perder mais. Regazzoni se envolveu em várias disputas pelo quinto lugar e no fim, conseguiu ficar com ele.
- - - - - -

1- Nigel Mansell 1914 voltas lideradas
2- Damon Hill 1269
3 -Jacques Villeneuve 633
4- Alan Jones 578
5- Alain Prost 431
6- Keke Rosberg 426
7- Riccardo Patrese 410
8- Nélson Piquet 396
9- Ralf Schumacher 387
10 -Juan Pablo Montoya 382
11 -David Coulthard 207
12- Thierry Boutsen 151
13- Carlos Reutemann 126
14- Heinz Harald Frentzen 76
15- Felipe Massa 49
16 -Pastor Maldonado 37
17 -Clay Regazzoni 30
18 -Nico Rosberg 27
19 -Ayrton Senna 26
20 - Jacques Laffite 19
21 - Valtteri Bottas 5
22 - Mark Webber 3
23 - Nick Heidfeld      1
       Antônio Pizzonia
- - - - -


GP da Grã Bretanha
Circuito: Silverstone
Data: 13/7/1979
Voltas: 68
Piloto: Alan Jones e Clay Reggazoni
Modelo: FW07
Largada: Jones 1º (1:11:88) Regazzoni 3º (1:13:11)
Chegada: Jones, abandonou e Regazzoni 1º 1h26m11.17s

Pole position Nº1
Vitória Nº1


A Williams iria correr em casa e a expectativa de um bom resultado era enorme. A goodyear resolve concentrar os seus esforços na Williams, equipe que usa os compostos que tem o melhor resultado no campeonato até o momento. Esperavam-se os resultados, mas eles só não esperavam conseguir a sua primeira pole position de sua história com Alan Jones. Regazzoni largou em 3º. Na largada, as posições se mantiveram e após o problema no turbo da Renault de Jabbouille fez Regazzoni pular para a segunda posição. A chance de conquistar a primeira vitória aumentava e ainda viria com uma dobradinha. Mas na volta 38 Jones teve problemas na bomba de combustível e acaba abandonando. Regazzoni é o primeiro colocado e logo na primeira volta como líder faz a melhor volta da prova. Comsua experiência, Rega sabe dosar o equipamento e consegue o que era impensável para Frank Williams quando estreou sua equipe em 1977, uma vitória histórica. Regazzoni comemorou no pódio com suco de abacaxi por causa dos patrocinadores árabes da Williams que odeiam bebidas alcoólicas.

Se pra Regazzoni esta foi a última vitória de sua carreira. Frank Williams e Patrick Head sabiam que o FW07 era um modelo promissor e superior aos demais. Eles sabiam que viriam um futuro glorioso pela frente.
- - - - - -


GP da França
Circuito: Dijon Prenois
Data: 1/7/1979
Voltas: 80
Piloto: Alan Jones e Clay Reggazoni
Modelo: FW07
Largada: Jones 7º (1:08:23) Regazzoni 9º (1:08:65)
Chegada: Jones 4º +36.61s e Regazzoni 6º +1m05.51s

Depois do belo resultado de Regazzoni no GP de Mônaco, a Williams esperou um mês pra disputar outro GP por causa do cancelamento do GP da Suécia. Mas a Williams estava confiante em mais um bom resultado. Jones largou em 7º e Regazzoni em 9º. As Williams largaram mal, com Jones caindo para oitavo e Rega, décimo segundo. Mas eles logo se recuperam, com Jones chegando em sexto na nona volta e Rega foi para oitavo na décima sétima volta. Na volta 53, Jones foi para a quarta posição e a volta 57 Regazzoni ficou na sexta posição, onde permaneceram até o fim da prova, a primeira em que os dois carros da Williams pontuam.

Essa prova foi a que teve a disputa lendária pelo segundo lugar entre Gilles Villeneuve e  Rene Arnoux
- - - - - -