Select Menu

Slider

Travel

Performance

Cute

My Place

Slider

Racing

Videos

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga


Nome: Francis (Frank) Owen Garbath Williams 
Nascimento: 16/4/1942
País: Inglaterra
Função: Fundador e chefe de equipe da equipe Williams
Tempo na equipe: Desde 1977


Depois de uma breve carreira como mecânico e piloto(frustrado), Frank abriu em 1966 uma loja de venda de carros de corrida  e peças usadas, a Frank Williams Racing cars. Com ajuda de seus amigos Jonathan Williams e Piers Courage, monta uma equipe bem sucedida que correu na Fórmula 3 e na Fórmula 2.  Em 1969, ele entra na F1 após comprar um chassi da Brabham BT29. Seu grande amigo Courage foi o seu primeiro piloto. Em 1970, Ele tentou uma parceria com Alessandro De Tomaso e nela viu Courage morrer em um acidente no GP da Holanda. Em 1971, ele tenta recomeçar do zero, comprando um chassi, dessa vez, da March, o 711. Em 1972 conseguiu montar o seu primeiro carro, mas o único chassi foi destruído em um acidente logo na primeira corrida. Nos anos seguintes, pouco dinheiro, muitos pilotos pagantes e apenas um pódio em 1975.


Em 1976 se junta ao milionário Walter Wolf e cria a Wolf-Williams. Mas durante a temporada, Wolf e Williams se desentendem e ele entra na justiça contra o milionário. Consegue sair de lá e em 1977 cria a Williams Grand Prix Engineering, tendo como sócio um jovem projetista que saiu com ele da Wolf, Patrick Head. 77 foi o ano da luta para conseguir o patrocínio dos árabes, e Frank conseguiu sensibilizá-los ao pintar um carro com as cores da arábia saudita. Pronto, em 1978, eles viriam com o carro próprio nas cores branca e verde, e a equipe Williams ganhou o apelido de "O Carro de Alah"


Em 1979 a Williams conseguiu a sua primeira vitória, que foi muito comemorada por Frank Williams, depois de quase 10 anos de sofrimento. Em 1980, a Williams conseguiu o seu primeiro título com Alan Jones, se tornando uma equipe emergente na F1. Em 1981, outro título de construtores, e em 1982, mais um título de pilotos, com Keke Rosberg. No fim de 1983, fechou com a equipe Honda e teve o seu primeiro carro com modelo turbo. Em 1985 o carro deixou de ser patrocinado pelo os arábes e de branco, o azul e o amarelo predominavam.


No início de 1986, Frank Williams voltava de uma sessão de testes em Paul Ricard, dirigindo pela estrada, e acabou sofrendo um acidente. O carro capotou e parou de cabeça para baixo em cima de uma pedra bem no banco do motorista. Frank Williams estava sem cinto e depois admitiu que estava em alta velocidade. Ele ficou meses entre a vida e a morte, mas conseguiu se recuperar. Mas ficou paraplégico para o resto da vida. Patrick Head liderou a equipe em seu lugar e teve problemas para lidar com a dupla de pilotos Piquet e Mansell, e o título ficou com Prost de, McLaren.Ao menos, o título de construtores veio

Em 1987, Frank voltou a comandar a equipe e ele viu mais um título mundial, agora com Nélson Piquet. No fim do ano, se desentendeu com a Honda e usou motor Judd em 1988. Em 1989, começou uma parceria com a Renault, esta seria a sua melhor parceira em toda a história do time. O título veio em 1992 com Nigel Mansell de forma acachapante, com um dos melhores carros da história. Em 1993 mais um título, agora com Alain Prost.

Em 1994, Ayrton Senna pintava na Williams, mas infelizmente em Ímola Senna sofreu um acidente fatal que marcou profundamente Frank Williams. Tanto a partir de 1995, todos os carros da Williams levam o 'S' do Senna. Em 1996, veio mais um título, com Damon Hill. Em 1997, o último ano da parceria com a Renault, a Williams é campeã com Jacques Villeneuve. Esse acabou sendo o último título de pilotos e construtores da equipe.



Em 2000, Frank agora tinha como parceiro a BMW e apesar de boas vitórias, o título não veio e em 2005, um rompimento não amigável aconteceu. Em 2006, Frank optou pelo os Cosworths e acabou tendo uma temporada muito ruim. Em 2007, a Toyota virou parceira da Williams, mas a equipe manteve o seu declínio, de equipe grande, virou média. Em 2010, mais uma vez a Williams usava o motor Cosworth e eles conseguiram uma pole. Em 2012, voltaram com motores Renault e conseguiram um vitória. Atualmente, Frank vai passando o bastão da equipe para sua filha Claire.

Frank Williams é o chefe de equipe mais longevo da história da F1. Desde 1969 até 2013, Frank Williams ficou 44 sendo chefe de equipe, batendo o recorde de Enzo Ferrari (1950-1988). Em 1999, Frank ganhou o título de Sir da Rainha Elizabeth II. Ele também é um dos poucos não franceses a ser noemado cavaleiro da legião francesa, por sua parceria notável com a Renault. Em 2008, Frank ganhou o prêmio Whearcroft pela sua contribuição ao automobilismo.



Frank Williams foi casado com Ginny Williams por 39 anos(1974-2013). Hoje é viúvo. Tem três filhos: Claire, Jonathan e Jaime. Frank é o presidente de Honra da equipe Williams.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Comente!